LouresGráfica - Melhor Sempre.

Exatamente, podemos sempre escolher, pois existe para todos os gostos. Melhor para nós, melhor para vocês, melhor para eles. Ninguém fica pelo menos, temos o Papel manteiga; papel de parede; papel-moeda, papel mata-borrão e até o papel de arroz, mas não é destes que vamos falar. Aqui vamos falar dos mais correntes e das suas utilizações mais constantes, Couché Mate ou Brilho, o IOR e os Finepapers, nas suas diferentes gramagens.

O papel couché Brilho ou Mate é muito utilizado para folders, catálogos, revistas e flyers. Quando se procura uma impressão limpa e eficaz o couché com acabamento brilho confere um aspeto reluzente que em certos casos pode não ser tão bem aceite e em outros ser tudo o que se quer, por exemplo, existe quem o evite em miolos de brochuras devido a ser mais propenso a refletir luz. O Papel IOR oferece também uma extensa opção a nível de gramagens. As suas características e preço fazem com que seja dos mais utilizados na indústria gráfica, por ser macroporoso, este papel absorve muito mais a tinta, dando ao impresso um aspecto “enxuto”, sem vida. Com a dose certa de criatividade, este papel consegue elevar a fasquia do resultado final mantendo um preço atrativo ao cliente.

Por vezes, não necessitamos de investir muito em matérias-primas diferenciadoras para sacar o tal resultado final desejado, temos sim, que combinar a melhor técnica de impressão com a matéria-prima adequada e adicionar-lhe a dose certa de criatividade. Se bem que, quando entramos no grupo dos finepapers, a conversa começa a ser outra e o delírio sobre resultados finais diferenciadores sobe de nível. Existe uma vasta gama destes produtos e a sua utilização pode ir desde o simples cartão de visita até ao convite mais diferenciador.

Já nós, gostamos de qualquer tipo matéria-prima e gostamos ainda mais que nos convoque para o Briefing para ajudar a elevar a fasquia.

criatividade

A Criatividade é mudança.
É auscultar o futuro e projectá-lo no presente.
BIG novidades!!!
Veja aqui