Do Impresso ao Digital

Com origem na China no séc. XI, a imprensa só foi introduzida na Europa alguns séculos mais tarde através de Gutenberg. Contudo só depois deste método de impressão ter sido aperfeiçoado, dos tipos móveis serem criados e da imprensa moderna ter sido fundada é que a tecnologia começou a transformar o mundo e a civilização moderna.
Antes da introdução e popularização da impressão, os livros só estavam disponíveis em manuscritos desenhados à mão. Não haviam, por isso, produções em grande escala e consequentemente a divulgação da palavra e conhecimento era bastante restrita a alguns elementos da sociedade, sendo a maioria privada a este acesso.

A revolução da imprensa trouxe uma transformação não só tecnológica como cultural dentro da sociedade. Hoje assistimos a uma outra revolução – tecnológica. A internet tem revolucionado a forma como aprendemos e divulgamos informação, sendo considerada por isso a segunda revolução da imprensa. Contudo o livro impresso continua a ser preferencial no que diz respeito à escolha dos próprios leitores.
O papel continua a ser uma base mais confortável à leitura, tornando-se um objecto de ligação física. A interação visual, táctil e olfactiva são as principais razões à escolha dos livros.

A impressão continua a ser um método crucial de divulgação da informação na era moderna e nós sabemos que quando a qualidade e criatividade se reúnem, os resultados serão sempre surpreendentes.

criatividade

A Criatividade é mudança.
É auscultar o futuro e projectá-lo no presente.
BIG novidades!!!
Veja aqui